Menas burriçe?
O Globo
Jornal do Brasil
Digestivo Cultural
Comunique-se
Mídia Sem Máscara
Observatório da Imprensa


Música
Zona Punk
Rogério Skylab
Punkoteca


Um monte de coisas
Millôr
Fotologue?!?
Twitter
Orkut?!
Falha Nossa
Porta Curtas
Curta o Curta
Literatura Online
Biblioteca virtual



Visto por aí...




Compro ouro, tíque e vale transporte
Tratar com Madruga:
madruga666@hotmail.com


Arquivo morto do Blogger


Arquivo morto do Blig


É... o tempo passa...
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Dezembro 2005
Fevereiro 2006
Maio 2006
Setembro 2006
Novembro 2006
Fevereiro 2008
Abril 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Fevereiro 2010


Site 
Meter







Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

quarta-feira, abril 08, 2009

# Que parte da imprensa é preguiçosa, acha coisa do passado essa chatice de apurar fatos e etc, já estou careca de saber; que ignora fatos pra criar polêmicas ridículas também. Mas essa "polêmica" dos muros pra "cercar" algumas favelas do Rio já tá demais!

Bem, pelo que se lê nos jornais e vê na TV, o governo pretende cercar as favelas cariocas, acentuando ainda mais a pecha de "cidade partida". Com a desculpa de evitar o crescimento das "comunidades" (agora é falta de educação chamar pelo nome verdadeiro, favelas), o poder público vai erguer muros de concreto de 3 metros de altura em torno delas. Ninguém entra e ninguém sai.
Como a mídia é vigilante e ardorosa defensora dos direitos humanos e da liberdade, pululam pelos jornais e TV colunas raivosas contra esse projeto; políticos já se mobilizam para matar no nascedouro essa idéia totalitária!

No Globo, Zuenir Ventura diz que "(...)Numa terra em que tudo se transforma em símbolo - o Pão de Açúcar, as praias, o Corcovado- esses paredões de cimento vão ganhar um significado emblemático da pior espécie, evocando exemplos de má fama como o Muro de Berlim, ou da "Vergonha", o da Palestina, o dos EUA na fronteira com o México". César Mala, no seu "ex-blog", diz que "campos de concentração nas favelas recebem mais críticas". E por aí vai.

Poi Zé, quem ficaria a favor dum projeto esdrúxulo desses?? Ninguém normal, claro. O problema é que não existe projeto nenhum pra 'cercar' as favelas. NENHUM! O tal projeto prevê um muro na parte das favelas que dá pra mata, geralmente nos "fundos" ou nas "laterais", pra evitar que se desmate ainda mais o que restou da Mata Atlântica e, também, pra diminuir a expansão dos morros. O que, aliás, já existe em algumas favelas: uns murinhos vagabundos na parte de floresta e os tais "eco-limites". Vai funcionar? Provavelmente não, nada que uma marreta e boa vontade de traficantes não derrube.
Mas daí a transformar um ridículo muro num 'muro de Berlim' é demais! É impressionante, criou-se um fato (muros pra separar favela e resto da cidade) e praticamente inciou-se uma cruzada contra o tal muro (imaginário). Como diria o Tutty Vasquez, "ô, raça!"

Etiquetas: , ,

Resmungado por Madruga