Menas burriçe?
O Globo
Jornal do Brasil
Digestivo Cultural
Comunique-se
Mídia Sem Máscara
Observatório da Imprensa


Música
Zona Punk
Rogério Skylab
Punkoteca


Um monte de coisas
Millôr
Fotologue?!?
Twitter
Orkut?!
Falha Nossa
Porta Curtas
Curta o Curta
Literatura Online
Biblioteca virtual



Visto por aí...




Compro ouro, tíque e vale transporte
Tratar com Madruga:
madruga666@hotmail.com


Arquivo morto do Blogger


Arquivo morto do Blig


É... o tempo passa...
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Dezembro 2005
Fevereiro 2006
Maio 2006
Setembro 2006
Novembro 2006
Fevereiro 2008
Abril 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Fevereiro 2010


Site 
Meter







Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

quarta-feira, dezembro 07, 2005

# Traduzindo em linguagem verdadeira algumas manchetes e notícias:



Alencar: Ô Lula! Vacilo o PT aí com essa parada de 1 milhão na Coteminas, na moral! Fiquei bolado com isso, tão queimando meu filme!
Lula: E eu com isso?! Cada um com seus problemas, se fode aí sozinho!



# Ah, essa nossa TV... assistindo no Sportv o jogo Pumas X Boca Juniors, pela final da Copa Sul Americana, quando o time mexicano ia cruzar uma bola na área do Boca, eis que cortam a imagem para mostrar - certamente muito mais importante que o jogo em si, claro - a torcida local toda contentinha. Nesse momento, Luis Carlos Jr, o narrador, reclama:
"Ah, a transmissão mexicana... cortou o lance do cruzamento pra dar um close na torcida, num momento tão importante!"
Ora, até parece que quando a transmissão é feita pela Globo não acontece o mesmo. Ou pior! Quantas mil vezes eu já joguei um tijolo na Tv (mentalmente, é claro) e xinguei 5 gerações de editores de imagem (verdadeiramente, é claro) quando, no meio dum contra-ataque do meu time, eles cortam pra mostrar o técnico se coçando ou algum banguela na arquibancada do estádio! Francamente!



# Dia desses, voltado do trabalho numa van (odeio andar de van), conversavam o motorista e o passageiro no banco ao lado, um coroa muito do chato, que puxava os assuntos mais insossos ("ah, esse tempo", "nossa, já chegou o fim do ano" e tatata) e falava alto o bastante pra que todos atrás ouvissem. De vez em quando, como quem esperava algum muxoxo de aprovação, ele olhava pra trás e mandava um "mas não é??" pro coitado que ficava logo na sua linha de contato ocular direto. Enfim. Pergunta o motorista, "o senhor vai descer na praça?", ao que o velhusco
responde "Não! Vou descer na praça! Na praça!". Chega a tal praça e o velhote desce. Mal fecha a porta da van, volta ele gritando "Na praça! Ô motorista, eu disse na praça, aqui não!!" e foi prontamente se acocorando de volta no seu lugar. Quando o motorista disse que não tinha nenhuma outra praça além daquela até o ponto final, eis que o velho diz "Ah! Então pára e me deixa nessa mesma!".
Além do trânsito caótico, os motoristas tem muito mesmo do que reclamar...



# Ah, a gente conhece cada figura na vida... Alguém que rouba empadas da festinha da irmã e as esconde na gaveta de calcinhas e, no dia seguinte, usa o secador de cabelo pra esquentar a iguaria antes de degustá-la... Que diz, como se fosse a coisa mais natural do mundo, "ih, tem um defunto na minha banana" quando nem mesmo havia banana em cena. Que passou maionese no cabelo (maionese light!) pro cabelo já lindo ficar mais ainda; quando, bêbada, me molhando todo de cerveja na mão que mexe de um lado pro outro em segundos, dizia "pôôô... te amo, cacete! (meia lata de cerveja em cima de mim) vc é o cara, o cara, tá endendendo?? (latada de cerva no peito) que droogaaaa, te amo, entendeuu??"... Que testa a testa conseguia ficar ciclope (?); que conseguia ficar linda mesmo imitando mongol... que, quando gritava no meio da rua que é pra "comprar absorveeeeeeeeenteee" me fazia pensar "ah, é ela mesma..."
Enfim, ex-pequena nos trás tantas lembranças...




# Há muito que eu reclamo do funesto cadarço de náilon. Só pra não deixar o assunto morrer no coração dos que comigo cumungam deste sentimento, repito algo que escrevi sobre o tema num momento de profundo e indescritível ódio:

"Indo direto ao ponto, o cadarço de náilon foi a invenção mais inútil da humanidade. Ao passo que houve melhoramentos de invenções já inventadas, como a tv em cores, o telefone celular e números nas camisas de futebol, o cadarço de náilon só veio para estragar nossa vida!! Pois vejamos: a tv preto e branco era preto e branco. Aí, criaram a tv em cores, que melhorou e muito o ato de assistir futebol, novela, shows de calouros... ninguém mais quer saber de tv preto e branco. Talvez só os saudosistas, mas mesmo assim só como hobby. Na hora do jogo final do campeonato, ou
do último capítulo de “Vidas sem destino”, vão mesmo é assistir na telinha colorida, é claro. Mas o cadarço de náilon... Há muito já existia o cadarço de algodão, imbatível em sua honrosa função de amarrar o sapato. Sempre teve sua coroa cadarceira inatingível. Mas aí alguém achou que o cadarço de náilon poderia ser melhor. “Que tal um cadarço de náilon?? Isso! Agruparei em um único utensílio a eficácia do cadarço de algodão com a beleza e singularidade do náilon...”
É ridículo!! O cidadão não dá três passos sem que o laço se desfaça!! Faça um teste. Peça para um participante do concurso “O homem mais forte do mundo”, aquele em que as provas são puxar aviões pelos dentes e levantar tratores com as mãos, dar um laço com um cadarço de náilon... É inútil, o cadarço desatar-se-á nos primeiros 10 passos. É inevitável, deve haver alguma lógica oculta neste fato.
Não vou nem comentar os boatos de que a invenção e proliferação do cadarço de náilon faz parte de uma teoria da conspiração, como no seriado Arquivo X, que teria como supremo objetivo a imbecilização da humanidade, com o sinistro propósito de controle mental de todos os indivíduos do planeta. Seria inútil. Afinal, eles já se espalharam sub-repticiamente por todo o globo e parece que ninguém se importa."



# Li isso no Yahoo Notiças:

Globo tenta salvar Bang-Bang

"A novela Bang-Bang vai ganhar uma forcinha nos próximos dias"

Bem, eu não vejo novela, então nem fui ver do que se tratava. Mas se foi um convite ao Matanza, banda de "country-core", eu passo a assistir!



# Ai, diacho, já vem chegando o Natal e seu amiguinho Ano-Novo... parece papo de velho em elevador ou fila, mas enfim, é fato...



# Frase do dia:
"Políticos sempre indignados com as mentiras que os jornais publicam contra eles.
Tudo bem - e se os jornais começarem a publicar as verdades?" (Millôr)

Resmungado por Madruga