Menas burriçe?
O Globo
Jornal do Brasil
Digestivo Cultural
Comunique-se
Mídia Sem Máscara
Observatório da Imprensa


Música
Zona Punk
Rogério Skylab
Punkoteca


Um monte de coisas
Millôr
Fotologue?!?
Twitter
Orkut?!
Falha Nossa
Porta Curtas
Curta o Curta
Literatura Online
Biblioteca virtual



Visto por aí...




Compro ouro, tíque e vale transporte
Tratar com Madruga:
madruga666@hotmail.com


Arquivo morto do Blogger


Arquivo morto do Blig


É... o tempo passa...
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Dezembro 2005
Fevereiro 2006
Maio 2006
Setembro 2006
Novembro 2006
Fevereiro 2008
Abril 2008
Dezembro 2008
Janeiro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Fevereiro 2010


Site 
Meter







Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

segunda-feira, junho 20, 2005

# Tem gente que vai ao motel com a amante ou ao termas para um inocente e pornográfico 'relax', paga com cartão de crédito e fica despreocupado com a cobrança. Geralmente, no extrato do cartão, no lugar do nome do estabelecimento vem só o nome da cidade onde ocorreu o crime.

"- 'Rio de Janeiro'? Que diacho de cobrança é essa aqui no extrato, heim, ô Palhares?!
- Ora, meu bem... foi aquela caixa de refrigerante pra festinha do Júnior, comprei lá na Rio de Janeiro Refrescos, na fábrica!
"

É, mas se fosse em Oakland, na Califórnia, esse sujeito não ia estar tão feliz:

Cidade americana publica rosto de clientes de prostitutas em outdoor




# Essa é lá do Tutty Vasques, no site No Mínimo:

Peralá, gente!
Tudo bem, a cerveja é uma porcaria, mas daí a prender os donos da Schincariol, francamente, foi exagero da Polícia Federal.




# Dia desses o Jornal da Globo noticiava os reflexos que um terremoto chegou a causar aqui no Brasil. Embora o epicentro do dito cujo tenha sido no Chile, "a terra tremeu" em São Paulo e Brasília. Vários depoimentos, pessoas dizendo que "tudo tremeu", que correram pra rua e tatata e o mais importante nada: quantos graus na escala Richter, diacho? Como é que falam dum terremoto que, segundo a matéria, chegou "a causar pânico", e não falam nada sobre a intensidade do negócio, ora? Ah, mas disseram que as pessoas tiveram "tontura"...




# Mulher tenta contrabandear 51 peixes debaixo da saia

Funcionários da alfândega do aeroporto internacional de Melbourne, na Austrália, só descobriram a bizarra forma de contrabando por terem ouvido "ruídos estranhos vindos da área da cintura" de uma mulher de 43 anos.

A coitada deve ter batido uma feijoada com repolho (ou prato com efeito semelhante) e pôs todo seu plano perfeito (?) a perder.




# Todo mundo só falando de Roberto Jefferson, CPI, roubalheira e demais desgraças, e uma coisa deveras importante passando em branco: O SBT confirmou que vai exibir "Chaves" por mais três anos.




# Ficar desempregado é um suplício. Como se não bastassem as filas em agências de emprego, entrevistas, contas que se acumulam, amigos que não te chamam mais nem pra ir na esquina, tem sempre algo pra piorar:

Homem é condenado por ficar nu em entrevista de emprego

Imagine a situação: você fazendo uma entrevista para emprego quando o entrevistador pede um minuto e sai da sala. Algum tempo depois, ele volta com uma prancheta. E completamente nu. Como você se recusa a tirar a sua, ele veste as dele e continua a entrevista, como se fosse a coisa mais normal, procedimento da empresa, quem sabe.
Tem tanto processo seletivo hoje em dia, os mais bizarros, que chega ao ponte de nos indagarmos se seria um teste pra ver se temos vergonha, sei lá. Eu heim...




# Sportv e Globo Esporte: Rio de Janeiro vence Uberlândia e faz dois a zero nos play-offs do Nacional de Basquete.

Lendo em jornais e vendo em outros canais, misteriosamente quem venceu o Uberlândia foi o Telemar. Ué, campeonatos diferentes? Não, é essa "mania" da Globo de trocar os nomes de times que ela julga não serem bonitos de falar (leia-se "times de empresas"). Já reclamo disso há milênios, mas assistindo as entrevistas antes e depois do jogo veio a situação bisonha:

Repórter pergunta "O Rio de Janeiro... (não lembro a pergunta)", e o jogador respondia "Sim, o Telemar...". Repórter insistia "Então o Rio...", e o entrevistado "Exatamente, o Telemar jogou..."

Ou seja, ficou parecendo conversa de maluco!



# Professor é condenado por chamar aluna de gorda

Uma aluna de Direito saiu da sala patra ir ao banheiro e, para não perder a explicação do professor, deixou um gravador ligado em sua mesa. Quando voltou para a sala, foi recebida com uma gargalhada típica de claque dos Trapalhões. Entendeu nada. Chegando em casa, quando ouviu a fita, descobriu o motivo.
Imagina se toda figura nerd, bizarra, chata ou encrenqueira deixasse um gravador ligado quando saísse de sala...



# Frase do dia:
“Celebridade é um idiota qualquer que apareceu na televisão.” (Millôr)

Resmungado por Madruga